Remember: Mach Rider

Mach_rider_boxart

O ano é 1985, o Famicom, empreitada da Nintendo pra tentar emplacar um console no Japão já era um sucesso nacional. Mas a Nintendo sabia que com os poucos e não muito criativos jogos que o console contava desde seu lançamento em 1983, não segurariam a barra da galera por muito tempo. Para contornar isso, uma nova leva de jogos diferenciados era lançada, dando aos jogadores que já estavam se cansando de coisas bobas como Soccer, Mahjong e Tennis, algo novo e criativo para se jogar.
Mach Rider foi um desses novos jogos, apostando em uma experiência bem arcade, com um visual e temática bem diferentes dos jogos mais bonitinhos da Big N, fez pouco sucesso, mas por algum motivo esse jogo tem um lugar especial no meu coração…
Continuar lendo

Publicado em Remember | Marcado com , , | 5 Comentários

New Old Game: Review Nes Remix Pack

1

Devo admitir que nos últimos anos eu venho jogando bem menos do que costumava antes. Provavelmente parte disso se deve de fato, realmente, ao meu desinteresse pelos jogos do que pela falta de tempo.
Mas será que eu estou realmente perdendo a vontade de jogar? Me fiz essa pergunta várias vezes ao longo desse tempo, até que tive o prazer de jogar Nes Remix.
Continuar lendo

Publicado em New Old Game | Marcado com , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Wise fonorgrey

sdfafsa

Caramba…quanto tempo.
Já se fazem três anos desde que prometi que o Retro Journey voltaria a ter mais atividades, e não passou de um único post antes de ficar abandonado.
Eu sei que o site nunca teve lá muitos acessos, mas sempre me senti bem com a galera que comentava aqui, inclusive, quanto “menor” o público, mais fácil de conhecer, responder e de aceitar que tem uma parcela de leitores mais seleta modesto.

Infelizmente, depois do prometido não consegui manter minha palavra ( como um bom libriano ) e não vou dar a desculpa que todos dão “vida corrida, mimimi”. A mim, foi realmente a perca da vontade de continuar escrevendo, todos dizem que há um “lapso” de criatividade em todos, de vez em quando, não é? Digamos que o meu durou apenas três míseros anos.
Não vou aqui prometer um novo retorno ( sem saber se terei condições de cumprir, novamente ), mas vou criar uma nova “seção” no blog e pretento postar uma resenha de um jogo velho/novo, aos interessados, prometo que sábado estará por ai.

Mas, bem, talvez alguns de vocês que ainda se lembram do site devem estar se perguntando “mas por quê um aviso desses antes?”. Bom, porque simplesmente não sou do tipo que gosta muito de “chegar do nada” e sair postando algo novo depois de três anos sem esclarecimento álgum. Eu realmente não acho que o site aqui seja algo grande e que precise de posts desse tipo, mas eu prefiro explicar tudo em algo separado para focar o próximo post em algo único, sem me alongar em explicações desse tipo.

Peço desculpas se alguém por ai costumava visitar aqui frequentemente e se sentiu “desamparado” ou algo do tipo. E aos que ainda costumam visitar aqui ou algo parecido, fica ai o aviso, e até sábado!

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

Pérolas que não atravessaram o oceano: 11 Baroque

baroque saturn

E para comemorar a “volta” do Retro Journey após um mês e meio de monotonia, lhes trago mais uma “pérolas que não atravessaram o oceano”, afinal sei que essa é a seção preferida de nove a cada dez frequentadores daqui. Dessa vez o game que lhes trago não pode ser chamado de outra coisa além de “único”.
Baroque foi um jogo que eu conheci graças ao Nintendo Wii onde a princípio não tive muita sorte pois por algum motivo divino ( ou não ) o jogo não funcionava direito travando quase sempre. Tempos depois fui tentar rejogá-lo, mas agora sabendo que na verdade a versão Wii era um remake do original, lançado inicialmente para Sega Saturn e portado para o Playstation da Sony.
De conhecimento disso, me aventurei pela versão original do jogo e o resultado vocês  podem conferir abaixo. Então se quer saber o que faz de Baroque um jogo tão único é só continuar lendo!
Continuar lendo

Publicado em Pérolas que não atravessaram o oceano | Marcado com , , , | 9 Comentários

Feliz aniversário atrasado, Retro Journey!

8 bit cake
Olá a todos que ainda tiram um tempo para visualizar o Retro Journey. Gostaria primeiramente de agradecer e me desculpar por ter abandonado o site por “tanto” tempo desde o último post.
Nesse meio tempo o Retro Journey completou dois anos, pois é dois longos anos desde o primeiro post ( bem amadorzinho ) que escrevi para ele. De lá para cá sempre tento atualizar o blog na medida do possível, mas muitas vezes as coisas acabam saindo bem lentas. Sou o tipo de cara que prefere não postar nada do quê deixar um texto pobre e pouco inspirado para os leitores então mais uma vez, me desculpem, só fiz essa rápida rasgação de seda aqui para dizer nos finalmentos que o site não morreu, e nem irá morrer. Então continuo sempre contando com o apoio, feedback e comentários de vocês! Não ganho nada com o Retro Journey e essa nem foi minha intenção mesmo ao criá-lo, é apenas um site de um cara que adora games e tudo que os envolve. Os comentários de vocês é meu único pagamento e isso pra mim já é o suficiente. Obrigado a todos que sempre estiveram aqui, lendo e comentando. Adoro cada comentário que recebo e fico feliz de ver que sempre são positivos.
Longa vida ao Retro Journey e que esses dois anos sejam apenas o começo de uma infância duradoura que o tornará um excelente adulto no futuro!
Obrigado!

Publicado em Uncategorized | 8 Comentários

Especial: Era o melhor dos tempos…

DKC

Pois é, o título desse novo post pode soar um tanto melancólico e saudosista demais não é mesmo? Mas isso aqui não seria um site focado em retro games se não tivesse um pouquinho ( ou muito ) de nostalgia não concordam? Ás vezes eu me pego relembrando de muitas coisas que aconteciam antigamente e que infelizmente a garotada de hoje por mais que tenham acesso a informações em milésimos de segundos nunca vão poder experimentar…
É algo meio triste de se pensar, mesmo que a maioria dos jogadores mais novos de hoje em dia talvez não se importem com isso. Provavelmente muito do que vou dizer aqui já foi dito em outros blogs/sites sobre o assunto pela internet afora mas eu sempre gostei de ver como outros tinham as mesmas experiências que eu então decidi relembrar um pouco da época em que a maioria que aqui frequenta provavelmente passou também. Então preparem o Delorean e vamos dar uma voltinha pelo passado!
Continuar lendo

Publicado em Especial | Marcado com | 24 Comentários

Pérolas que não atravessaram o oceano: 10 Marvelous: Mōhitotsu no Takarajima

marvelous

O Super Nintendo, mais especificamente o Super Famicom, a versão japonesa do console foi um dos video games que ao lado do antigo PSX teve em sua história uma gama imensa de RPGs. Marvelous: Mōhitotsu no Takarajima fez parte desse grupo, mesmo não sendo um RPG devidamente dito e sim um adventure. Infelizmente por ser um daqueles jogos em que o jogador tem que quebrar a cabeça para avançar ter sido lançado em uma época onde o SNES já estava perdendo espaço para notícias do até então chamado “Ultra 64” e não fazer parte de alguma série já consagrada como Final Fantasy ou The Legend of Zelda, Marvelous assim como tantos outros ficou restrito ao mercado nipônico. Talvez foi a decisão certa? O jogo tem vários elementos de puzzle que uma hora ou outra poderia ser demais para o público infantil ( para quem o jogo era claramente voltado ) ocidental acostumado a games com mais ação. Mas nem por isso deveriamos deixar de conferir um jogo tão interessante e único e é por isso que hoje lhes apresento – Marvelous: Mōhitotsu no Takarajima!
Continuar lendo

Publicado em Pérolas que não atravessaram o oceano | 6 Comentários