Pérolas que não atravessaram o oceano Especial: Pole’s Big Adventure Wii

pole_

Em 2009 os japoneses ( pra variar sempre eles… ) puderam aproveitar um dos games mais bizarros, engraçados e divertidos que a WiiWare ( sistema de venda de games online do Nintendo Wii ) tem a oferecer. Pole’s Big Adventure é um game que homenageia os nossos queridos jogos de plataforma dos anos 80, mais precisamente os do saudoso NES. Só que ele faz isso de uma forma surreal. Sempre jogando piadinhas aqui ou ali mas de uma forma criativa e que realmente nos faz dar risada de fatos que nem nos tocavamos quando jogavamos aqueles games tão queridos de antigamente.
Pole’s Big Adventure, junto de alguns outros games como o mais recente e indie Abobo’s Big Adventure ( até o subtítulo é parecido…hmm ) faz parte do que normalmente chamariamos de uma paródia. Só que para nós retro gamers essa paródia tem um gostinho todo especial pois só nós vamos conseguir reconhecer todas as referências e piadinhas “internas” contidas nessas verdadeiras homenagens. Então que tal conhecer um pouco mais dessa verdadeira pérola que nunca atravessou o oceano?

Humor à moda antiga?
poles

Primeiramente que fique claro, todos nós ja jogamos em algum momento de nossas vidas esse ou aquele game cheio de piadinhas e sacadas engraçadas, como por exemplo Battletoads. A diferença é que esses games usavam o humor de forma a deixar a história despreocupada, já Pole’s Big Adventure se foca APENAS no humor…nada aqui pode ser levado a sério e nada está ali para fazer sentido. Lançado em 2009 pela SEGA via WiiWare o titúlo original do game é On a Weird Way!! Pole’s Big Adventure…e o jogo faz realmente jus ao pedaço “On a Weird Way!!”. Tudo que vemos em Pole’s Big Adventure é um jeito estranho ( e engraçado ) de enxergar os games antigos de plataforma.
Ao começar pela estória, assim como 90% dos heróis dos games dos anos 80, Pole está em uma busca para salvar sua namorada chamada Sharon das garras de um sequestrador. Como todos sabemos nos anos 80 a onda era essa, salvar a namorada, salvar a princesa etc; os únicos personagens que não costumavam cair nesse clichê eram os de RPG que em sua maioria estavam mais ocupados com coisas menos importantes como por exemplo salvar o mundo da destruição.

A arte do humor japônes

Seria Pole um parente perdido do Crododilo Dundee?

Seria Pole um parente perdido do Crododilo Dundee?

Se por um lado muito do humor de Pole’s Big Adventure é fácilmente identificável pelos jogadores mais antigos. Por outro uma parcela de seu humor deixa bem claro que você tem que estar familiarizado com humor japônes. ao começarmos pela apresentação e diálogos do game, onde Pole é mostrado como um cowboy “realista” bem diferente do personagem real do game. Muitos outros personagens sofrem esse tipo de transformação nos diálogos do game uma verdadeira amostra do humor surreal que povoa o jogo. Em outra ocasião surgem na tela letras japonesas gigantes vermelhas e azuis exatamente como os programas de TV nipônicos onde por algum motivo os comentários são mostrados como fontes grandes e berrantes na tela. Isso também ilustra outro fato muito constante em Pole’s Big adventure que é o modo como o jogo quebra a “quarta parede” mostrando em vários momentos que o jogo mesmo não se leva a sério. Em um certo momento por exemplo Pole é mostrado em uma montagem com a foto de lugares reais, algo totalmente aleatório.

Coleção de piadas

Talvez seja por isso que o game é chamado "Pole's BIG Adventure"

Talvez seja por isso que o game é chamado “Pole’s BIG Adventure”

A jogabilidade de Pole’s Big Adventure não é nada anormal, é bem comum aos jogadores veteranos, um botão pula e outro ataca usando uma shotgun. A grande quantidade de ítens que se acha ao longo do jogo também ajudam a deixa-lo bem fácil e provavelmente nenhum retro gamer vai ver dificuldade em terminar o jogo. Colocando de um modo geral os elementos que tornam Pole’s Big Adventure um game estão todos ali, você tem vidas, você pula, você ataca. Porém o forte do jogo não está em querer ser um retro gamer e sim em como ele age sendo um retro gamer. O objetivo principal não é terminar o jogo e sim encontrar todas as “piadas” que o game esconde, coisa que é até possível de ser conferida em uma opção do menu principal do jogo. Essas piadas são todas referências a acontecimentos e clichês dos games de plataforma da geração 8bits. E acredite são muitas…
Uma das mais famosas é em um dado momento onde Pole come um cogumelo como os que fazem Mario crescer, e fica tão gigante que não cabe mais na tela e acaba morrendo. Em outra ocasião o mesmo cogumelo acaba não fazendo Pole crescer e sim …lhe dando uma ereção, o que como sabemos faz algo crescer mas não é o corpo todo! Só essa piada já seria o suficiente para te provar que o japão é insuperável quando o assunto é fazer piada com games, e que definitivamente faz qualquer jogador querer se mudar pra lá de uma vez. As piadas não param por ai, o jogo todo é uma enorme comédia, Pole junta maçãs ao longo de uma fase do jogo, como se fosse um daqueles simples objetos colocados para acumular pontos, só que ao juntar muitas maçãs ele acaba vomitando. O famoso 1 UP que dá uma vida ao jogador está presente em Pole’s Big Adventure na forma da bebida americana 7 UP, o que óbviamente da a Pole sete vidas extras, é ou não genial?! Em uma das fases sair correndo pelo cenário desértico resulta em uma morte inesperada quando Pole dá de cara com um dos cactus que geralmente ficam de plano de fundo no cenário só que este estava bem na frente do herói.

Gráficos em HD..é isso ai. Genial

Gráficos em HD..é isso ai. Genial

Existem 100 piadas ao todo em Pole’s Big Adventure e encontrar todas vai exigir que o jogador jogue o game mais de uma vez e também esteja disposto a morrer bastante já que muitas destas piadas envolvem a morte do herói. Algumas são obrigatórias e acontecem de forma automática por exemplo quando Pole está pulando pelos muros de um cenário suburbano e passa por um varal com calcinhas dependuradas e rouba uma delas. Algo bem comum no japão diga-se de passagem…
Até mesmo as batalhas contra chefes são feitas para servirem de piada, em um certo momento o jogador chega no final da fase e se depara com o boss que é um leão, porém ele está preso em uma jaula e Pole simplesmente passa direto por ele completando a fase. E que boss final seria mais perigoso e apropriado do quê uma criatura formada por pedaços de todos os outros chefes juntos? Sério esse game merecia o troféu “paródia gamistica do século”.

Se o game fosse em cartucho isso não teria tido a menor graça.

Se o game fosse em cartucho isso não teria tido a menor graça.

Nada no jogo é perdoado, nem mesmo os famosos bugs foram deixados de lado. Em um momento Pole está caminhando pela fase quando de repente o cenário começa a se misturar com pedaços fora de lugar, um famoso bug que acontecia muito nos jogos antigos quando o cartucho estava com alguma sujeirinha. Em outra ocasião ao adentrar um cano como os que te levam para outras áreas na séria Mario Bros. Pole acaba voltando de lá de dentro todo preto sujo de petróleo…é ou não é genial? O game também prega algumas pegadinhas engraçadas no jogador como o fato de um cano próximo do fim do jogo te mandar de volta para uma das primeiras fases lhe obrigando a jogar tudo de novo, ou quando Pole quebra as pernas e caminha mancando pelo resto da fase após pular de um morro mais alto que o normal ( coisa que geralmente os personagens de jogos de plataforma fasem sem problema algum, a não ser que sejam o Prince of Persia que morre ao escorregar na guia da calçada ).
Assim como em um momento quando do nada os créditos começam a subir pela tela como se o game já tivesse terminado mas na verdade o jogador continua a controlar o personagem pelo cenário enquanto uma voz em japônes diz algo como “Hey quem foi que começou os créditos? o jogo ainda não acabou!”.

Sim isso é do game mesmo, e não...não me pergunte o motivo do japa com o símbolo do Dreamcast na bochecha.

Sim isso é do game mesmo, e não…não me pergunte o motivo do japa com o símbolo do Dreamcast na bochecha.

Pole’s Big Adventure é um game que merece ser jogado por qualquer retro gamer que goste de uma boa paródia ao universo 8bits que tanto adoramos. O jogo não pretende ser recompesador como os verdadeiros games desta época e sim ser algo divertido que fará aqueles que entenderem as suas piadas e referências darem boas gargalhadas. Se você é um jogador que não se importa de encarar um jogo “comédia” de vez em quando e que gostaria de ver uma verdadeira homenagem ao jeito japônes de se fazer jogos plataforma nos anos 80, então este jogo é pra você. Pena que Pole’s Big Adventure só foi lançado via WiiWare no japão, porém se você tem um Wii modificado e manja das wads e etc pode conferir esta loucura nipônica numa boa. Se alguém morrer de rir não é responsabilidade minha. See ya!

Esse post foi publicado em Especial, Pérolas que não atravessaram o oceano e marcado . Guardar link permanente.

4 respostas para Pérolas que não atravessaram o oceano Especial: Pole’s Big Adventure Wii

  1. não sabia que o Wii fazia games assim, a moda antiga ainda. e esse game parece interessante, mas não tenho Wii para testa-lo. e a parte do japonês com o Simbolo do Dreamcast no rosto…ainda me deu uma esperança que a Sega faça um novo console, vai que ela nos surpreende?

    • Tiago Steel disse:

      E ai Leandro beleza velho?
      Então…nesse estilo retro mesmo pra WiiWare acho que só conheço o Pole mesmo…ao menos de games lançados nos últimos anos sim. Os outros são games de virtual console mas ai são lançamentos de NES, SNES e Mega Drive mesmo nada feito de forma exclusiva pra ele no estilo retro game. Caso você fique realmente curioso mas não tenha como conferir dê uma olhada no youtube…lá deve ter alguns vídeos ao menos as piadas você ( provavelmente já que algumas são realmente estranhas ) vá entender XD. Quando a SEGA fazer outro console…cara isso é o sonho de muita gente, eu só acho uma coisa…ia ser uma competição bem melhor do quê apenas PS3, Xbox 360 E Wii/Wii U. Mas infelizmente acho que isso é apenas sonho mesmo.

  2. Marcelo_SB disse:

    Fala Tiago tudo ok? Cara este game parece ser zueira pura kkkkk. Imagino depois de um dia estressante vc sentar no sofá em frente a tv e curtir este game com essas sacadas divertidas não há estresse que aguenta kkkk. Suas matérias estão cada vez melhores um abraço cara.

    • Tiago Steel disse:

      E ai Marcelo, beleza meu velho?
      Então cara o jogo é puramente uma zueira sem fim hahahaha, não tem nada pra ser levado a sério nele, tudo é pra te fazer rir…eu nunca pensei que morrer tanto em um game fosse ser divertido…mas ai os japoneses vem e provam o contrário XD
      Com certeza se você estiver estressado esse é um daqueles games que vão te deixar alegre rapidinho, óbviamente se você for retrogamer pra entender todas as piadinhas né. Obrigado pelo elogio mano, fico feliz que esteja gostando dos posts, um abraço ai pra você também!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s